2 de nov de 2010

A IMPORTÂNCIA DO EXERCÍCIO FISICO DURANTE O TRATAMENTO


A prática de atividade física é uma excelente ferramenta para restaurar e melhorar o bem-estar físico durante o tratamento do câncer de mama. Antes de iniciar qualquer prática de atividade física, converse com o médico oncologista e realize os exercícios acompanhado por um profissional qualificado como o fisioterapeuta.
É muito provável que o seu organismo ainda esteja sensível e indefeso, por isso, respeite os seus novos limites.
Realize atividades físicas num parque ao ar livre, numa academia de ginástica, na clinica de fisioterapia, na sua casa e até mesmo deitado em sua cama. Independentemente do tipo de exercício, é importante que ele seja adequado e adaptado a sua condição física.

Ative sua circulação
Faça, sempre que possível, intervalos durante o dia e escolha uma posição confortável para repetir os movimentos de abrir e fechar as mãos, depois mexa seus tornozelos, puxando para frente e para trás e realize movimentos rodando os pés.

Caminhe moderadamente
Sempre que estiver disposto faça pequenas caminhadas. Isso lhe trará mais conforto e disposição ao longo do seu tratamento.
Atenção se estiver cansado... Economize sua energia!

Como ficar longe da Fadiga?
A fadiga é o sintoma que afeta mais de 80% dos pacientes em tratamento oncológico, podendo ser associada a diversos fatores: depressão, dor crônica, anemia, dificuldade em conciliar o sono, perda de massa muscular, infecções, perda de apetite, distúrbios metabólicos e ainda efeitos colaterais de alguns agentes quimioterápicos ou imunoterapia.

Quando não avaliada e tratada, a fadiga pode causar uma importante diminuição da qualidade de vida do paciente. Dessa forma, é fundamental que o seu médico oncologista converse com você e seus familiares sobre esse sintoma, discutindo as opções para seu tratamento. Nessa situação, diversas medidas relativamente simples podem ajudar:
· Praticar exercício físico leve;
· Usar métodos de relaxamento, tais como massagens e atividades que você considere prazerosas;
· Avaliar e, eventualmente, corrigir a anemia;
· Diagnosticar e tratar a depressão; 

Fonte: www.oncoguia.com.br

3 comentários:

Adriana Rangel disse...

Minha querida amiga, o seu blog está muito educativo para quem está atravessando esse periodo. Parabens! Que a seu testemunho possa abençar muitas vidas! Conte comigo sempreee! Bjos

Régis disse...

Olá Fátima!
Ao seu convite, cheguei, me instalei e vou ficando para firmar um bom contrato entre irmãs cristãs que somos.
Seu blog é autêntico e esclarecedor. Só que estou aqui, não só para visitá-la, mas como também para lembrá-la que,O Nosso DEUS, é um DEUS que cura e faz tudo novo! Como temos bastante intimidade com ELE, estaremos de hoje em diante esperando a sua VITÒRIA! Porque em Cristo, somos mais que vencedoras!
Até breve! Fique com Jesus!
Regina Vicentini
www.comyeshua.blogspot.com

Régis disse...

Em tempo: Estou levando o seu LIK-ME para o www.comyesha.blogspot.com
bjssssssssssss

Postar um comentário