27 de mar de 2011

SUTIÃ - UMA QUESTÃO DE SAÚDE



A Sociedade Brasileira de Mastologia do Rio que recomenda lavar a peça diariamente, evitar costuras em contato com a mama e usar peça em atividades físicas.
De algodão, rendado, com alças de silicone, sem alças ou com enchimentos, o sutiã é um dos melhores amigos das mulheres por levantar, sustentar e embelezar um dos maiores símbolos da feminilidade: os seios. Mas é preciso tratar o acessório com bastante cuidado. De acordo com a Sociedade Brasileira de Mastologia do Rio:
- recomenda - se lavar a peça diariamente, evitar costuras em contato com a mama e usar peça em atividades físicas.
- usar peças apertadas, não lavá-las ou, até mesmo, não fazer uso das mesmas pode trazer danos à saúde mamária.
A presidente da entidade Maria Helena Vermot é enfática: “A mama não tem músculo. Ela é sustentada por ligamentos, chamados ligamentos de Cooper. Portanto, sem fazer uso de um sutiã adequado, a mama tende a cair”. Para não acelerar os efeitos provocados pela lei da gravidade, é preciso usar uma peça própria para cada tipo de mama. “As mulheres que têm mamas volumosas devem usar sutiãs que sustentem sem apertar demais. Devem, ainda, tomar cuidado com as alças, pois se as mesmas forem muito finas, ao longo dos anos deixam cicatrizes nos ombros”, alerta a mastologista.
Maria Helena explica que o sutiã deve ser lavado diariamente, assim como a calcinha, visto que a mama libera secreções. Outra dica da especialista é optar por peças confortáveis no dia-a-dia. “Deixe as rendas e enchimentos para as noites especiais. Prefira os de fibras naturais – como o algodão – que deixam o ar passar. Também pode-se optar pelos novos modelos de microfibra, mais bonitos. Quanto menos costura em contato com o seio, melhor”, diz, afirmando que, em contato com as mamas, muitas costuras podem provocar alergias, feridas, eczemas, manchas ou inflamações.
A médica explica também um mito: dormir de sutiã faz mal? “Não, desde que seja confortável e sem ferros ou arrebites que possam provocar ferimentos mamários. É inclusive recomendado no período em que as mulheres estão com mais dores nas mamas, ou na gestação.”
Outro cuidado importante que toda mulher deve ter com as mamas é na hora da malhação. A mastologista recomenda que se use tops que sustentem bem os seios. “O alto impacto dos exercícios podem estirar os ligamentos de Cooper. O modelo deve garantir ótima sustentação para manter os seios firmes e no lugar durante a prática de exercícios”, informa.
E os exercícios são essenciais para o fortalecimento do peitoral. Segundo o personal trainer da Estação do Corpo, João Marcelo Gomes, fortalecer a região é um caminho para se ter uma boa postura e evitar problemas de coluna. “Sugiro exercícios de musculação que fortaleçam o tríceps (músculos da parte posterior do braço), os ombros e as costas. A mulher ganha uma postura mais bonita e um corpo mais harmonioso”, recomenda.

Uso de sutiã não provoca câncer de mama como divulgado
A divulgação, via Internet, de que o uso do sutiã pode provocar câncer de mama tem gerado uma certa ansiedade entre as mulheres. Muitas delas procuram pelo hospital para obter mais informações. Seguem os esclarecimentos do coordenador de ensino da área de Mastologia do Centro de Estudos do IBCC, Dr. Eduardo Carneiro de Lyra.
"Não há nenhum estudo científico que comprove a relação entre o surgimento do câncer de mama e o uso do sutiã. Em cerca de 90% dos casos, o câncer é provocado por fatores genéticos herdados e por substâncias contidas nas células dos tecidos dos órgãos, ou seja, na própria pessoa. Mas causas externas também podem agir e levar ao câncer, como o excesso de exposição ao Sol e a alguns tipos de agentes químicos, o tabagismo, a alimentação inadequada (pobre em fibras e rica em gorduras), o consumo de álcool, a obesidade e o sedentarismo", orienta o médico, que complementa: "No caso do tumor de mama, especificamente, a menarca em idade precoce (antes dos 12 anos) e menopausa tardia (após os 50 anos), o primeiro filho depois dos 30 anos e a reposição hormonal também podem contribuir para o desenvolvimento da doença".
Lyra diz que o sutiã nada tem a ver com o tumor da mama, mas dá algumas dicas para que as mulheres sintam-se mais confortáveis ao usar suas peças íntimas e evitem lesões na pele: o sutiã deve ser de tecido natural (algodão ou linho) e não deve ter elástico, arames de sustentação e renda de tecido sintético. O conforto também está ligado ao fato de a peça não ser apertada, para não prejudicar a drenagem linfática e, assim, evitar que as mamas fiquem inchadas durante o decorrer do dia.
"Dormir de sutiã também não provoca nenhum tipo de doença nas mamas. Mas as mulheres devem entender que o sono está intimamente ligado à qualidade de vida e, quanto mais confortável for a roupa de dormir, melhor será a noite de sono", enfatiza o médico.


Espero que estas informações sejam úteis pra vocês como foi , com certeza, pra mim...

Um abraço... Fátima Pereira Pieruccini

1 comentários:

Sublime Store disse...

Adorei esse post!
Maravilhoso!

Postar um comentário